18/09/2008 - L.A. Guns, no Hammer Rock Bar Abertura: R.I.P.s e Slippery

Noite Hard no Hammer nesse dia 18/09/08.
A preparação foi grande para receber a primeira banda do Axl Rose, porém o publico presente não foi o estimado. Ao final de mais uma noite, me perguntei: QUE DIABOS ACONTECE COM AS PESSOAS? Resposta essa que inconscientemente nem procuro mais saber.

Bom, nos atendo ao andamento da noite, a abertura foi por conta da banda R.I.P.s, (sim, de Rest In Peace) de origem meio atrapalhada, já que cada músico parece ser de uma localidade do país, incluindo Brasil, Uruguai, Argentina, não sei ao certo.
O que se vê são personagens no estilo 'hard', 'pós-punk', com uma mistura de glam com atitude mais punk, e que mandaram um som muito empolgante e eficiente dentro do proposto. Acordes básicos, com muitos ataques de bateria e pulos do vocalista, que não parava um momento, legal isso.
Suas canções não fogem muitos dos 3 acordes básicos de um legítimo punk rock, mas tinha mais violência nas composições, e inclusive tocaram um cover do Ramones "I Believe In Miracle", onde o vocalista ousou imitar o grave timbre de Joey Ramone, e foi competente para isso.
O show dessa banda foi deveras empolgante e o público presente ficou satisfeito.
http://www.myspace.com/theripsband


SLIPPERY entra em seguida, e depois de um bom tempinho sem tocar em Campinas, já vieram com músicas novas de seu primeiro CD (em gravação) para serem apresentadas pela primeira vez. A competência desses músicos já é conhecida do público da região de Campinas, por isso ouso dizer que o show foi, como sempre, brilhante. Começaram seu set com as novas canções: "Run For Reaction" e "Slippery", pela qualidade das músicas já se percebe o quanto profissional e gostoso de ouvir está este novo trabalho deles (assim como as já lançadas no EP Follow Your Dreams). Apesar do estilo mais Hard do visual; a presença, a imponência e as próprias músicas da banda, mostram um trabalho mais Heavy do que Hard. Diferente da banda anterior, Slippery demonstra mais qualidade e técnica musical, com canções bem mais trabalhadas e elaboradas do que uma banda de "glam rock". Apresentaram também: Two Young Hearts, cuja musica já possui um clipe no Youtube, e a faixa título de seu novo CD: The First Blow, seguida pelo costumeiro cover que eles apresentam há anos: Piece of my Heart de Janis Joplin, depois, mais uma nova, uma balada linda: Another Chance, e mais 2 do EP: No Time to Sorrow e We Seek the Vengeance, para terminar o show botando pilha na galera!
Mostraram mais uma vez que vieram para mostrar serviço!
http://www.myspace.com/slipperytheband

A banda L.A. GUNS fica por conta de Alex Hell resenhar, pois saí de lá após a apresentação do Slippery, já que teria que acordar cedo para trabalhar no dia seguinte! (rsrsrs).

MIH Pereira
Grupo Metal Rise



L.A. GUNS

Quinta feira, dia 18 de Setembro, um dia inesquecível para os fãs de hard rock e para a história da cidade, já que uma lenda dos anos 80 se apresentou no Hammer Rock Bar em Campinas.
Essa lenda fez parte de uma das bandas mais populares do mundo independente do gosto musical de cada pessoa, o Guns n' Roses!
Tracii Guns e Axl Rose fundaram através da junção do Hollywood Roses, o então Guns antes de estourar mundialmente e logo depois Axl que também foi vocalista do L.A. Guns ficou com a banda para si quando Tracii resolve voltar pra sua banda de coração.
Vocês devem estar tentando entender o porquê de toda essa introdução já que estamos falando da vinda do L.A. e não do Guns.
Primeiro,Tracii foi e continua sendo uma lenda, já que tocou com Nikki Sixx do Motley Crue, Poison, a formação original do Guns (que pra quem não sabe não teve Slash como principal guitarrista até a saída de Tracii,e muitos outros nomes do estilo como o vocalista Phil Lewis e o baterista Steve Riley, do Wasp que, nesse mesmo dia do show, recebeu uma intimação da justiça avisando-o que não pode mais usar o nome L.A. Guns e que terá que pagar a Tracii uma multa por estar todos esses anos se passando como o L.A. Guns original e afirmar que o de Tracii seria genérico.
Toda essa história foi contada pelo mesmo, que mostrou ser uma ótima pessoa, e não o rockstar junkie que todos pensavam então ser.

Bom, já que agora sabemos sobre sua história, vamos comentar sobre o show de sua banda:
Formada por Tracii e Alec Bauer (guitarras), Chad Stewart (bateria), Jeremy Guns (baixo) e o novo vocalista Marty Casey, que ficou mais conhecido por ter feito parte de um reality show que escolhia o novo vocalista do INXS, a banda sobe ao palco com 45 minutos de atraso, abrindo com Sex Action e agitando a galera que enfrentou o frio e o fato de ter que acordar cedo no dia seguinte. Vocês estão de parabéns!!
Seguiram com One more reason, Never enough, Rip n' tear e a mais conhecida Ballad of Jayne, na qual o novo vocalista mostrou que mesmo durante todo esses meses de turnê com a banda, ainda não se adaptou ao posto de substituir os vocalistas citados acima. Os outros músicos cumprem bem suas funções, mas a maior estrela ainda é Tracii, que mostrou aos fãs porque seu nome deve ser respeitado após todos esses anos.
Devo dizer que apesar do curto set, e alguns fatores terem sido decepcionantes, a banda fez seu trabalho e conseguiu agitar o público que havia acabado de ver uma ótima apresentação da Slippery e do Rips, que surpreendeu a todos com sua energética performance, e por não ser conhecido do grande público.

Parabéns à organização do Hammer por acreditar em um gênero que muitos consideram morto, trazendo os grandes nomes do hard rock e heavy metal!!

Alex Heilborn
Business Dot Com
Colaborador Metal Rise

 


Site criado por Suzana de Oliveira