SLIPPERY – FOLLOW YOUR DREAMS – Independente – Nacional – Nota: 9,5
Fonte: http://www.strikemet.com/


Temos aqui um EP da banda de Campinas-SP Slippery com apenas cinco faixas.
O visual da banda é bastante oitentista na linha hard glam assim como o som.
De cara, a faixa de abertura “No Time To Sorrow” já mostra a boa sonoridade da música.
Com guitarras bem dosadas e com um vocalista na linha de Dave Meneketti (Y & T) é uma faixa bastante interessante, refrões bem cativantes e um solo bem estruturado. O interessante que a banda não se limita aos clichês, pois a mesma apresenta elementos inusitados como a variação de ritmos e melodia no meio da música (quase uma característica do rock progressivo) para depois voltar as bases de introdução.
A propósito, o vocalista Fabiano Drudi está de parabéns, dono de um timbre potente e interessante, ele dosa bem a voz sem exageros, mas sempre com boas idéias e excelente interpretação como é facilmente observável na faixa seguinte: “Too Young Hearts”, uma música altamente contagiante, no melhor estilo das melhores bandas de hard rock americanas dos anos oitenta.
Merece destaque também a criatividade da banda como um todo, pois preserva bases bastante cativantes e sabe como poucas fugir dos clichês tão comum ao estilo ainda mais se levarmos em conta que várias bandas novas de hard rock atuais com bases oitentistas não conseguem fugir da nostalgia da época e mostrar uma personalidade atual. Assim também, está de parabéns a criatividade, feeling e técnica da dupla de guitarristas Dragão e Kiko Shred (que também fazem os vocais de apoio na banda). Como também o trabalho corretíssimo e bastante competente de Erico Moraes (baixo e vocais de apoio) e Rod Rodrigues (bateria e vocais de apoio).
“Follow Your Dreams”, a terceira música do EP também é outra que merece ser elogiada, em que o refrão se torna quase um hino.
“Sometimes We Fight” já apresenta um clima mais dramático, é quase um heavy metal mais arrastado, com guitarras bases fazendo contraponto com os vocais, e o solo como sempre, bem técnico, criativo e bastante claro.
E para fechar o EP, temos “We Seek The Vengeance”, como uma estrutura já mais na linha do heavy metal tradicional (muitas vezes é difícil definir a linha tênue do hard rock mais vigoroso com a do heavy metal tradicional) mas, aqui digo é que algo mais puxado para o heavy metal pois não apresenta o clima festivo tradicional das músicas de hard glam e além disso alguns elementos mais voltados ao heavy metal (como as acentuações das partes fortes no início da música) e uma vocalização mais arrastada.
Em suma, é uma excelente banda com excelentes composições com um visual e proposta musical bem definido ao seu estilo e que apesar do clima excessivamente oitentista consegue manter sua personalidade e longe dos clichês, o que é algo mais louvável ainda pois reúne o melhor dos dois mundos.
É uma pena que várias bandas assim continuem lançando trabalhos independentes e que as gravadoras andem alienadas desses trabalhos excelentes.

(Fred Mika)


Site: www.slippery.com.br

 


Site criado por Suzana de Oliveira