metalrisenet

07/09/2009 - God Dethroned, Vulture, Desdominus, Elexorien, no Hammer Rock Bar
> Ver fotos

Dia 07/09/2009, a casa de shows Hammer Rock Bar, em Campinas, abre suas portas para o evento que contou com duas bandas do cenário nacional, Vulture e Desdominus, e duas bandas gringas, Elexorien e God Dethroned, ambas holandesas.
Como de costume em nossa cena, após duas horas e meia de atraso começa o evento com os já pioneiros deathbangers do Vulture (Itapetininga). O quarteto mostrou uma expressiva evolução em cima do palco com seu Death Metal cheio de melodia e peso, e realmente surpreendeu a muitos que acompanham a banda há tempos pelo entrosamento, lembro bem que em outros tempos todos na banda bangeavam muito, porém faltava entrosamento e constantemente notavam-se erros em seus shows, deixando tudo muito bagunçado, sem nexo, e obviamente, com isso sanado, o “grande público” de aproximadamente quarenta pessoas pode ver a qualidade do Death Metal ali executado. No repertório constavam musicas do Debut CD Test Of Fire e algumas músicas mais antigas de demos (as melhores em minha opinião).
Após os aproximados 40 minutos do show do Vulture sobem ao palco outro quarteto, o Desdominus.
Já era de se esperar um show excelente desse pessoal de Americana, que executam um Black/Death Metal na linha do Dissection; além de terem tempo de estrada e uma formação estável há alguns anos, finalmente o baterista Ney arrumou um pequeno “estúdio” em sua casa, o que exaltou ainda mais o entrosamento do quarteto (antes o pessoal ensaiava somente uma hora por semana) que nos apresentou algumas musicas inéditas, algumas do Debut-CD Without Domain, porém gostaria de deixar bem claro que a música título do Debut e a False Creator Creators deveriam ser obrigatórias em todos os shows do Desdominus e nesse infelizmente não foram tocadas, o que é até compreensível, um show de 40 minutos é complicado para uma banda com musicas longas como as deles, nem mesmos as narrações iniciais das músicas fizeram parte do repertório, mas no geral foi um show muito bom e novamente agradou praticamente todo o “grande público” ali presente.
É então que para o delírio dos 30 machos ali presentes, sobe ao palco o Elexorien, nos mostrando um Folk Metal sem muitas frescuras, porém muito melodioso e cheio de partes líricas entoadas pela entusiasmada Iné Zijlstra, que sempre estava agitando (parecia mais dançando!). A banda conta com dois guitarristas (sendo que um saiu do palco logo no começo do show), uma vocalista, uma baixista, um batera, um tecladista e um guitarra/vocal (aliás, foi a noite de bandas de vocalistas/guitarristas, coincidências a parte, em todas as bandas os vocais também tocavam guitarra). Só não consigo entender o porquê de uma banda desse estilo estar excursionando com o pessoal do God Dethroned, afinal, são duas bandas de estilos totalmente diferentes, mas...

 

É então que sobe ao palco a atração principal da noite, o God Dethroned.
A banda nos apresentou um Death Metal de primeira linha, muito bem executado, entrosado e todos os membros da banda agitavam muito em cima do palco, principalmente o baixista que não parou de se mexer um minuto. Detalhe que nos apresentaram o novo baterista, que também toca no Prostitute Disfigurement (uma banda que, com certeza, deveria estar excursionando junto com eles) e mesmo sendo novo não deixou a desejar em nenhum momento, aliás, todos os músicos se mostraram muito competentes em sua arte.
Sem muito que descrever, o público foi ao delírio em todas as musicas deles, só achei que foi um show curto para uma banda que veio de tão longe, e realmente foi uma pena que tão poucos soubessem do acontecimento do evento.



R.E.
Colaborador Metal Rise

 

 

Site criado por Suzana de Oliveira