metalrisenet


The Forgotten Road - Rei Lagarto
Por Kadu Painkiller | Publicado em 24/10/2009

Quando falamos sobre Rei Lagarto, com certeza sabemos que algo bom está por vir, e não foi diferente dessa vez com o lançamento do novo disco intitulado The Forgotten Road, fomos brindados com um grande disco, que é diferente dos outros lançados pela banda, mas quando digo diferente não quer dizer que é ruim e sim que eles lançaram algo muito maduro e um álbum bem complexo. Não exagero em dizer que é um dos melhores trabalhos já lançados por eles, não é tão pesado mas é um álbum que mostra muito a identidade da banda , onde poderão ouvir o grande entrosamento baixo/bateria e vocal/guita, que tudo junto é o famoso Rei Lagarto. Com certeza agradará a todos os fãs da banda.
O disco conta com participações para lá de especiais como a do baterista Aquiles Priester ( ex Angra...) na música Dancing In the Moonlight, e na maravilhosa Tell Me How We Are Insane, a participação especial fica por conta do violinista Jayro Routh e, diga-se de passagem, essa música ao vivo ficou muito boa mesmo.
Mas vamos às músicas, que é o que realmente interessa. O disco começa com Road For Freedom, que conta com excelentes vocais e uma letra super bacana, o refrão é de grudar na cabeça e, claro, não pode faltar o grande entrosamento entre baixo e bateria, com certeza eles são a melhor dupla na região, para não dizer do Brasil. O solo de guita nem tem o que dizer, simplesmente maravilhoso.
Logo em seguida, vem Lady - essa o Yon já começa destruindo o baixo numa melodia para lá de bacana. É uma música com andamento mais tranqüilo, tipo uma baladinha, mas muito legal.
Dancing in the moonlight, agora o som começou a ficar mais pesado, junto com Aquiles Priester, comandando a bateria e com um vocal do jeito que eu gosto de ouvir o Negri cantando, lá em cima e com vários rasgados, com uma pegada bem Hard Rock.
We need Somebody, mais uma baladinha que conta com um refrão muito bacana de se ouvir.
Agora o grande destaque do disco é Older, essa sim tem um puta andamento bacana, daqueles de você ouvir uma vez e arrepiar, e sair cantando na hora.
Com ótimo instrumental e uma letra bacana demais, All Of Your Love já é um pouco mais tranqüila, com violão e tal, chega a ser mais acústica.
Night Watch, o peso volta a comer solto com ótimos riffs e uma linha de baixo e bateria muito boa .
Someday é a única musica que acho que não seja tão legal mas tenho certeza que vai agradar muitos fãs.
A última faixa, Tell Me How We Are Insane, mostra a grande maturidade da banda, com um solo de teclado e baixo de chorar, ficou simplesmente demais, com uma letra muito boa também, e conta até com os violinos de Jayro Routh, o que deixou a música ainda mais linda.
No geral é isso, galera... um grande disco do Rei Lagarto aí na área para todo mundo conferir. Basta acessar o site que dá para ouvir também: www.reilagarto.com
Quem quiser dar o disco de presente, pode ter certeza que será muito bem lembrado, agora é só esperar até o fim do ano, pois os caras estão a todo vapor e lançarão mais um disco, que como já foi dito, se chamará Oceans. É esperar pra conferir.

 

 

Site criado por Suzana de Oliveira